Berlim de bicicleta

Bike! Unter den Linden

Bikes! Unter den Linden

Sim, apesar da maior fama de cidade de bicicletas ser de Amsterdã, mesmo os holandeses gostam mais de pedalar em Berlim – enquanto a cidade holandesa é compacta e bastante movimentada, a alemã é também movimentada, mas muito ampla, com grandes avenidas, ciclovias e praças, além do trânsito organizado (german style), o que facilita muito o passeio. E não só o lazer, pois muitos berlinenses usam “a magrela” para se locomoverem praticamente de graça, por esta linda cidade europeia, tanto durante o dia, para trabalhar, quanto à noite, para sair para bares e “baladas”. Praticamente de graça? Sim, pois se quiser carregá-la nos trams (bondes) e no metrô é preciso um bilhete adicional. Fora isso, pedalar só vai custar umas calorias a menos.

De bike no Metrô

De bike no Metrô

Passando de bike numa parte preservada do Muro

Passando de bike numa parte preservada do Muro

Bikes da DB

Bikes da DB

Para mim foi uma grata surpresa, pois adoro pedalar, mas só conhecia esta fama de Amsterdã.

Consegui uma bicicleta emprestada (mas também é muito fácil alugar – até a empresa de trens DB, tem seu serviço de call-a-bike, o que também já existe nas estações de metrô em São Paulo, vale lembrar), um bom mapa da cidade, meus ipod e óculos escuros, reservei um bom fôlego e sai para um city-bike- tour.

Bike no Portão de Brandemburgo

Bike no Portão de Brandemburgo

No lado oriental (mesmo com a reunificação, ainda existe esta referência) é preciso cuidado e atenção redobrados, pois a roda da bicicleta encaixa direitinho nos trilhos dos bondes – que praticamente só existem deste lado da cidade – e aí o tombo é certo! Também vi alguns causados por celulares… não dirija e fale ao celular ao mesmo tempo.

Fora isso é só seguir as ciclovias, existentes nas principais avenidas, todas bem sinalizadas, e guiar como se fosse um veículo (afinal é um!), parando nos sinais/semáforos/faróis, dando a preferência aos pedestres – algumas ciclovias são nas calçadas – e tomando muito cuidado com os outros ciclistas, afinal são muitos: jovens e idosos, homens e mulheres, trabalhadores e executivos, pais com crianças na garupa e, é claro, grupos de turistas.

Um passeio divertido, saudável e barato. Aproveitem!

Jaime Scatena
Engenheiro, fotógrafo, especial para o Blog PANROTAS Em Viagem

Originalmente publicado no Blog Panrotas em Viagem, em 11/07/2009:

http://blog.panrotas.com.br/panrotasemviagem/index.php/2009/07/11/berlim-de-bicicleta/

Anúncios

One Trackback to “Berlim de bicicleta”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: