Archive for maio, 2010

19/05/2010

Somerset House & Courtauld Gallery


Este palácio, às margens do Tâmisa, no Victoria Embankment, que já foi casa de aristocratas, palácio real, usado pela marinha é hoje um dos mais interessantes centros culturais de Londres.

Somerset House

Somerset House

Seu pátio interno com a enorme fonte de Edward Safra, e que se transforma durante o inverno em um rinque de patinação no gelo, é um ótimo ponto para uma pausa numa tarde de verão.

Somerset House, Strand

Somerset House, Strand

O prédio mais perto do rio – originalmente às margens do Tâmisa – pode ser acessado pelo Embakment, através de um arco que era originalmente usado como entrada de barcos para o prédio. Seu terraço, repleto de mesas e cadeiras, oferece vistas diferentes do rio e dos principais pontos turísticos, como a London Eye e as Houses of Parliament.

Somerset House, Fountain

Somerset House, Fountain

A entrada é gratuita nas galerias deste prédio e visitas guiadas pelo seu interior também gratuitas são oferecidas às quintas-feiras e sábados, em dois horários – 13h15 e 15h15.

No prédio ao norte, com entrada pelo Strand, fica a Courtauld Gallery, com uma coleção de arte bastante diversa, que inclui peças de Botticelli, Cezanne, G. Braque, Kandisnsky, Gauguin, Van Gogh, P. P. Rubens, Degas, Monet, Renoir, C. Pissarro, pratarias inglesas do século XVIII e cassones fiorentinos do século XIV. Uma sala é dedicada à arte sacra, anterior a 1600 e vale a pena  ver as peças de marfim do século XIV, com entalhes e detalhes extremamente delicados.

Coleção de peças de marfim

Coleção de peças de marfim

Talvez a principal obra desta galeria seja “A bar at the Folies-Bergere”, pintada por Manet em 1881-82, que retrata uma garçonete no balcão de um bar, com o ambiente sendo refletido em um enorme espelho às suas costas. Todos os dias há uma pequena palestra sobre uma das obras do museu às 13h15 e no dia da minha visita uma estudante do Courtauld Art Institute falou exatamente sobre este quadro, ressaltando a enorme quantidade de diferentes interpretações que se pode extrair desta bela obra de arte. Estas palestras são gratuitas e a entrada na Galeria também é gratuita todas as segundas-feiras, das 10h00 às 14h00, exceto feriados.

Cristo, por Michelangelo

Cristo, por Michelangelo

Também no dia que visitei pude conhecer a incrível exposição de desenhos de Michelangelo, que apresentava rascunhos, estudos, cartas e poemas deste incrível artista renascentista. A exposição intitulada “O Sonho, de Michelangelo” girava em torno de um desenho específico – e magnífico, diga-se de passagem – que retrata um homem cercado pelos pecados mundanos, sendo acordado e resgatado por um anjo. Poder ver os traços originais de Michelangelo, em carvão sobre papel, com sombras e “sfumatto”; é simplesmente incrível. A exposição terminou no dia 16 de maio.

Caligrafia original de Michelangelo

Caligrafia original de Michelangelo

Anúncios
12/05/2010

Columbia Rd Flower Market


Os mercados de Londres são fantásticos em sua quantidade e variedade. Este, somente de flores, é interessantíssimo por sua identidade.

Columbia Rd

Columbia Rd

Somente aos domingos pela manhã – das 8AM às 1PM – a Columbia Rd, perto de Hackney/Shoreditch – é ocupada por diversas bancas de floristas que fazem de tudo para chamar a atenção do público.

Columbia Rd Market

Columbia Rd Market

E aí é que está a verdadeira identidade deste belo mercado.

Young flower seller

Young flower seller

Ao chegar desligue seu iPod e preste a atenção nos versos e gritos dos vendedores. Um anuncia “Bouquets for a ‘fiver’, only a fiver”, com um forte sotaque inglês, acrescentando “it’s so cheap you can buy to someone you don’t like” (traduzindo: “Um buque por cinco, só cinco; é tão barato que você pode comprar para alguém que você não gosta”).

We sell quality, everyone else sells crap!

We sell quality, everyone else sells crap!

Outro grita, a plenos pulmões “we sell quality, everyone else sells crap!” (“nós vendemos qualidade, todos os outros vendem porcaria!”). Em outra banca o florista escolhe algum item da prateleira, faz a propaganda, explica as características da planta/flor e decide o preço – claro, começando em um valor e chegando na metade. Se você quer comprar, indica que aceita o preço e paga a um dos ajudantes. Sem essa de você escolher e perguntar o preço.

A bouquet for a fiver!

A bouquet for a fiver!

Você compra o que ele quer vender na hora que ele quer… se quiser algo diferente, espere na frente da banca até que ele ofereça o que você quer.

Lojas na rua ficam abertas vendendo itens de jardinagem e decoração. Cafés oferecem petiscos e, contornando uma das ruas, bancas de comida também estão disponíveis.

Flower auction

Flower auction

Um parque ali perto é o local ideal para fazer seu pique-nique aproveitando o gostoso sol da manhã de domingo.

20 tulips for a tener!

20 tulips for a tener!

Ahh! É bom lembrar que não se pode fazer viagens internacionais com plantas e flores, então para os turistas é mais um passeio, enquanto para aqueles morando na cidade, é o melhor lugar para abastecer sua casa.

Para chegar lá, pegue o Tube até a estação de Liverpool St e depois o ônibus 48 no Bishopsgate e desça na parada de Hackney Rd.

Sunflower

Sunflower

%d blogueiros gostam disto: