Conto Postal #1, Sem Título

Conto Postal #1 A

Enfim havia chegado lá. Que bom!

Enfim havia chegado lá. Que bom!

Nem o passado nem o futuro importavam mais agora que havia chegado lá. Estava aliviado.

A viagem havia sido longa, longuíssima, cansativa, extenuante. Infinita.

Mas, enfim, havia chegado lá!

Conto Postal #1 B-C

Cheguei onde me hospedaria e lá me instalei. | Utopia, 1º de Abril, 1930

Cheguei onde me hospedaria e me instalei. Foi rápido, mais simples que a longa viagem.

Saí andando pela cidade para conhecer tudo aquilo que havua naquele lugar fantástico, maravilhoso, cheio de experiênicas e prazeres, de coisas bacanas, tudo novo, surpreendente e fascinante que inundava todo o meu ser. Me completava, mas faltava algo. Precisava mandar-lhe uma carta!

Utopia, 1º de Abri, 1930.
Minha querida,
Não sabes a falta que me faz. ainda que tenha experimentado coisas antes impensáveis, visto coisas antes invisíveis, passeando por passos não caminhados, ainda assim me falta você.
Para Aquela que tanto Am♥ Casa 2, Vila dos Ausentes
Caprocó/LA 01010-101
Conto Postal #1 D

Mas o tempo não dá trégua

Mas o tempo não dá trégua, passa como um foguete, na velocidade tempo da luz.

Já era hora de voltar. Que pena.

Aprontei as malas, juntei todos os souvenires, empilhei as memórias e arquivei sentimentos. de bilhete na mão parti sabendo que dificilmente voltaria.

Em Fim…

Conto Postal #1, Sem Título, São Paulo/2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: