Posts tagged ‘Natal’

21/12/2011

Ho Ho Ho – Conjunto Nacional


Ho Ho Ho - Conjunto Nacional - Jaime Scatena

Anúncios
15/12/2010

Incentive a Arte: dê fotografia de presente neste Natal!


A minha série de fotos deste ano, a Serie10, está à venda através de meu fotosite – ©JKS Photography. Esta série de 22 fotos foi produzida durante o ano de 2010 nas diversas cidades que estive neste período.

Cada uma das fotos está disponível no tamanho 20 x 30 cm, em uma série limitada de 50 cópias cada, impressas em papel matte de alta qualidade. O site, com a tabela de preço e as fotos à disposição pode ser visto no endereço: http://photo.jkscatena.com/store/serie10-brasil/.

Serie10 @ ©JKS Photography

Serie10 @ ©JKS Photography

22/11/2010

Hyde Park Winter Wonderland


Uma deliciosa feira de natal, com um parque de diversões no meio do Hyde Park londrino.

London: Hyde Park Winter Wonderland

Roda Gigante

O Winter Woderland voltou neste ano prometendo ser ainda mais interessante que a edição de 2009. O melhor de tudo é que a entrada é gratuíta!

London: Hyde Park Winter Wonderland

Elevador

Logo na entrada você encontrará o mercado de natal – Angel’s Christmas Market, com mais de 100 chalés de madeira vendendo artesanato, enfeites de natal, vidros, jóias, cachecóis e gorros (está fazendo bastante frio aqui e a previsão é de vermos os primeiros flocos de neve nas próximas semanas).

Também tem várias barracas de comida, a maioria com delícias alemãs, mas também de outros países, como Hungria (comi um Goulash delicioso!).

Atrações tradicionais dos velhos parques de diversões também estão presentes, como tobogãs, casa de espelhos, montanha russa, carrossel, uma bela roda gigante e um elevador daqueles que despencam que oferece uma lindíssima vista de Londres. Para estas atrações é necessário comprar os tickets nas bilheterias, a maioria deles custando entre £2 e £8.

Você ainda pode encontrar aqui um circo, um rinque de patinação e um bar “super cool”, montado num enorme cubo inflável, com sushi, ostras e champagne. Para patinar ou assistir ao show do circo, compre os ingressos diretamente nestas atrações.

Serviço:

– Winter Wonderland, no Hyde Park

– De 20 de novembro a 4 de janeiro, das 10hoo às 22h00 (fechado no dia 25/12)

– Estação mais próxima: Hyde Park Corner, da linha Piccadilly

– Entrada: gratuíta. Atrações: de £2 a £8; patinação no gelo: £10 para adultos e £8, antes das 18h30 até 17/12.

– Mais informações em: www.hydeparkwinterwonderland.com

London: Hyde Park Winter Wonderland

Vista do elevador

25/12/2004

Minha primeira Crônica de Natal


Pois foi em janeiro do ano que está terminando – mais precisamente no dia 6 – que o Joaquim, um pequeno grande homem de 5 anos reclamou com toda sua autoridade:

– Mas vai desmanchar a árvore de novo? (e quase chorando) Por que é que todo ano tem que desmanchar a árvore? Por quê?

Era hora do café da manhã, todo mundo reunido. Pai, mãe, irmãos mais velhos. E todos se entreolharam.

– É uma tradição, meu filho.

– Tradição? Perguntou o Joaquim que não tinha a mínima idéia do que fosse uma tradição.

– É, Tradição.

Não sabia o que era aquela palavra esquisita, mas devia ser coisa muito séria, porque a tal da tradição obrigava todas as casas da rua, da cidade, a desarrumarem a árvore de natal no dia 6 de janeiro. Dia de Reis!, acrescentou a mãe.

Joaquim se calou, mas aprendeu que rei e tradição deveriam ter alguma coisa em comum. De rei, ele só conhecia os reis magos. Ou magros, como ele dizia.

– Se é coisa de dia de rei, então os reis magros ficam no presépio.

O pai encarou:

– E posso saber por que?

E o garoto não pestanejou:

– Tradição!

E a árvore não foi desmontada. E o presépio está lá até hoje. Tá certo que foi incrementado com umas motos, uma perna de Barbie, um Homem-Aranha e uma nota de um dólar que ninguém sabe de onde saiu. Fora um relógio de plástico cor-de-rosa. E a árvore de natal, no lugar das bolas vermelhas, amarelas “Iguais as do Guga”. E, lá em cima, no lugar da tradicional estrela-cometa, uma bandeira do Brasil escrito com a letra dele, em forma: R-O-N-A-D-O.

É. Natal e Ano Novo são épocas de resgatarmos — e espanarmos a poeira — de antigas tradições, aquelas que conhecemos desde pequenos, entendendo-as ou não. Mas é também um momento de reflexão. O Natal é a oportunidade de reafirmarmos nossa fé, por exemplo. Ou de criarmos uma. Afinal, mesmo que alguns digam que não, acreditamos em uma força superior que rege o universo, que rege o futuro, não importando o nome que lhe damos, mas que também nos vê agir, dirigir nossas vidas. E direcionarmos nossas forças, e esperanças, para um amanhã melhor.

O Natal não é feito somente de árvores com pequenas luzes, presentes em lindos embrulhos, amigos secretos, festas de final de ano, comida farta, diferente e que só se come nessa época… O Natal existe porque um menino nasceu (acreditando nele ou não, ele existiu e tem muito o que ensinar), há muito tempo atrás, e uma de suas lições é que sempre é possível começar de novo, que nunca é tarde para recomeçar e que nunca estaremos sozinhos, apesar de tudo.

Natal é uma época para se estar em família. Ou seja, uma época para nos reunirmos com quem mais amamos, queremos bem, temos afinidades, fazemos planos em conjunto. E é por isso que estamos aqui, reunidos nesta noite. Para compartilharmos alegria e paz com todos aqueles que nos ajudam a vencer cada dia, a crescer sempre e a superar todas as dificuldades da vida. Com certeza convivemos por mais horas do que com muitos de nossos familiares e superar a distância, as ausências e construir um ambiente de trabalho produtivo, agradável e que gere resultados que excedam as expectativas não são tarefas fáceis. Por isso precisamos uns dos outros. Todo dia. A cada minuto.

Temos a mania de dizer, nós os adultos, que o Natal perde a graça, depois que crescemos. Mas temos que resgatar aquela criança que guardamos em algum cantinho, temos que continuar sendo um pouquinho criança (agora bem mais responsáveis) para não deixarmos de festejar com a alma e o coração essa época do ano cheia de luz e felicidade. E esperança, de sempre fazer planos para melhorar o mundo, nem que seja o pequeno grande mundo ao nosso redor.

Aproveitemos, então, esta noite e todos os dias do ano que começa daqui a pouco para praticarmos sempre a lição de humildade que nos foi ensinada lá atrás, quando éramos crianças e não conhecíamos essa tal Tradição, mas já sabíamos, desde sempre, não há nada melhor que estarmos rodeados por aqueles que amamos.

Eu desejo a todos vocês, a seus familiares e amigos um Natal repleto de Paz e Felicidade e um 2005 de sucesso e de novas realizações.

Tags:
%d blogueiros gostam disto: