Livros, Luz e Arte: Airan Kang

Essa foi uma ótima surpresa no circuito de galerias de arte que fiz nesta semana, na W24 th St. no Chelsea (já escrevi aqui sobre a exposição do Basquiat na Gagosian, que visitei no mesmo dia, lembram?).

Aira Kang: Pile of books (vertical)Já quando me dava por satisfeito, retornando pra casa, vi uma instalação interessante na vitrine da Bryce Wolkowitz (505 W 24 th St.): livros. Não eram exatamente livros, mas uma pintura de um pilha de livros, bem maiores que a realidade, pendurada na parede, sendo que um deles nem era livro, mas uma linha de LEDs que continha um texto em movimento – daqueles tipo ‘ticker’ de notícias financeiras. Pronto, fui fisgado pela mostra Luminous Words da artista coreana Airan Kang.

Airan, que nasceu em 1960, produz objetos – os livros são ‘individuais’, e na mostra estavam montados como uma instalação – que são vendidos separadamente e podem ser usados como uma luminária interessante. É uma peça tecnológica – as cores vão mudando, através de uma iluminação de LED – e a sua bateria pode ser carregada assim como fazemos com nossos celulares.
A relação com a história da arte não poderia ser mais direta cada livro é uma cópia de um publicação relevante, como obras de Picasso, Mapplethorpe, Frank Lloyd Wright, Gabriel Orozco ou qualquer outro que ela queira produzir.
Quando são montados em conjunto, em uma instalação, o todo ganha uma aura maior ainda de obra de arte.

Mas não são só o livros luminosos, ela também faz umas telas, para ser penduradas, com imagens de estantes e pilhas de livros (onde vemos apenas as lombadas) mas também as tais ‘linhas de LED’ (tickers), com textos em movimento. Estes, sim, obras de arte no sentido mais convencional, mas com o toque contemporâneo da linguagem dos tickers.

O conjunto – as placas em mylar presas na parede e os livros luminosos em estantes – traz uma comparação muito direta entre ausência e presença, entre o que é real – livros luminosos, que não são livros reais, na verdade – e o que é índice/imagem, representado pelas pinturas penduradas na parede.

Airan_Kang-Not_Art.GIF (©JKScatena/2013)

Airan_Kang-Not_Art.GIF (©JKScatena/2013)

Vi os livros luminoso de Kang sendo vendido na Affordable Art Fair e as duas senhoras que demonstraram interesse faziam perguntas como fazemos quando compramos um equipamento: quanto dura a bateria? e como liga? e para desligar? como faço para carregar?

Não parecia muito que compravam arte.

O trabalho de Airan Kang me surpreendeu pela maneira inteligente com que referencia à História da Arte ao mesmo tempo que explora com maestria o uso de novas tecnologias, no caso os LEDs.
Uma linda abordagem do Livro de Artista.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Slideshow com imagens do site da Bryce Wolkowitz

Para saber mais:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: